Histórias de uma portuga em movimento.
22
Set 06
publicado por parislasvegas, às 10:30link do post

Todos os povos mediterrânicos, ou sulistas (mesmo os da América do Sul) têm uma adoração quase mística por gente de olho azul. Por sermos todos pequeninos e escuros, devemos ter um trauma qualquer que identifica alguns sinais genéticos do Norte como "superiores". Pessoalmente, acho que não existe estupidez maior e que, no séc. XXI já não há lugar para estas ideias retrógradas, diria mesmo nazis (eugénicas , se quiserem).

Vem a isto a propósito de uma das colegas de trabalho cá da casa que, mal o neto nasceu, me veio logo com as fotos do neo-nado com a exclamação orgulhosa "Ai, doutora, repare-me lá nestes olhinhos azuis!". Eu, que de bebés percebo pouco ou nada, pelo menos sei que todos nascem com os olhos de cor igual - olhinhos de cinza aguado. Não deve ser nada que a aquela senhora desconheça, porque ainda se deve lembrar da cor dos olhos dos dois filhos que teve. Não querendo ser desmancha prazeres, limitei-me a comentar que o bebé tinha um aspecto muito saudável (não sei porquê, isto é considerado uma ofensa para os portugueses - deve dizer-se sempre que é lindo. Saudável não se pode, ainda não percebi bem qual é o código de comportamento nestes casos...).

Ontem lá fui atacada novamente com as fotos do rebento, agora já com seis meses. A senhora em questão, espeta-me com uma foto do bebé (grande plano) e atira-me "Viu, viu como ele tem olhinho azul???é que o pai é FRANCÊS" com um ar orgulhosíssimo . Bom, primeiro o puto não tem nada o "olhinho azul", tem uns olhos muito escuros, entre o castanho e o verde profundo, não percebo onde é que a avô foi buscar o azul. E depois, essa do pai francês mata-me! Até parece que a criança tem algum tipo de superioridade genética à conta disso. Estamos feitos!

Eu limitei-me a sorrir com um ar aparvalhado e segui o meu caminho. Há coisas que eu não percebo mesmo. Quem é que na família não tem alguém com os olhos azuis??É uma cena assim tão "superior"??Eu que sou de origem alentejana encaro os olhos azuis como a lembrança, tansmitida de geração em geração, de alguma ceifeira moura apanhada a jeito nos campos por um bárbaro nórdico qualquer. Uma violação acidental  transformada em acidente genético recessivo. So what??

É pena que as pessoas ainda tenham esta mentalidade de "melhorar a raça" e tenho muita pena que considerem que o facto de casar com um estrangeiro europeu lhes vá melhorar o código genético dos descendentes. Eu sou a favor das misturas porque elas enriquecem as pessoas culturalmente e acho que os filhos de casamentos mistos são pessoas mais ricas do que as outras. Mas ninguém me consegue convencer que existem traços físicos "superiores" a outros.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
16

17
23

24
25
26
27
28
30


arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO