Histórias de uma portuga em movimento.
05
Set 05
publicado por parislasvegas, às 02:15link do post | comentar
Hoje, durante a minha surfada matinal pelos jornais portugueses (suplício diário que me forço a manter só para não fazer AINDA maior figura de ursa...) algo me chamou a atenção na secção desportiva: o nosso amigo Maniche diz que quer sair do Dinamo de Moscovo. Recordo que o Maniche se transferiu do Porto para o Dinamo, na época passada, com um contrato de 5 épocas. 5 anos em Moscovo! É d'homem....
Bom, mas diz o Maniche que ele, coitado, não gosta daquilo. A família está mal, o clima é péssimo e ele é mal tratado pelos colegas. Diz que o dinheiro não é tudo, que uma pessoa assim não consegue viver e que está farto de ser encarado como "um invasor".
Ha, pois é. Assim de repente, não vejo o que passou pela cabeça do Maniche para aceitar ir para Moscovo. O rapaz também é novo e os cifrões no contrato devem ter acendido as luzinhas todas na cabecinha dele e da respectiva. Mas a vida não é bem assim. Um portuga, seja lá de que extracto educacional, tem que se consciencializar que mudar para a Rússia não é ir alí à esquina. Bem ou mal, todo o migra portuga consegue arranhar e desenrrascar a língua do país de acolhimento. Já com o russo a coisa pia mais fino. O clima também mata qualquer portuga, mesmo os nortenhos. O Canadá pode ser dos países mais frios do mundo, e tem uma comunidade portuguesa enorme. Pois é. Mas pelo menos tem SOL. SOL em pleno inverno. Toda a gente sabe que um tuga, sem sol, definha na alma até restar apenas a sombra do indivíduo que foi.
Agora vamos lá ver se a malta se entende: não estou a culpar a Rússia. O Maniche é que deveria ter pensado duas vezes antes de se mudar para Moscovo, é que, realmente, a massa não é tudo nesta vida. E ainda outra coisa: acreditem ou não, chego à conclusão que esta a parte do mundo que apresenta mais dificuldades para nós, tugas que se implantam, como as ervas daninhas, em todo o lado. Aqui não é bem assim....Mas é bem-feita! Haja um canto neste planeta que nos faça sentir verdadeiramente estranjas!!!!!!!!

01
Set 05
publicado por parislasvegas, às 05:41link do post | comentar

Image Hosted by ImageShack.us


Assisti ontem, sem surpresa, à apresentação da terceira candidatura do Dr.Mário Soares à Presidência da nossa desesperada República. Deve ser da distância e da minha falta de neurónios, mas ainda não percebi. Ainda não percebi se a esquerda está assim tão mal que não tenha mais homens dispostos a ir à luta pela Presidência (com hipóteses de ganhar, claro está), ainda não percebi se isto faz parte apenas de uma estratégia do PS de ganhar outra vez Presidênciais+Governo (para não acontecer ao Sócrates o que acabou por suceder com o Santana..), ou se é simplesmente um ajuste de contas pessoal (mais um) entre Soares e Cavaco. Ainda não percebi o que é. Se calhar nenhuma das hipóteses, na volta, um pouco de todas.
Soares surpreendeu-me pelo discurso. Não questiono a idade - o homem está, obviamente, igual a si próprio- surpreendeu-me o discurso, como uma bofetada em cheio, ou um balde de água fria. Afinal parece que uma das justificações teóricas da candidatura é tirar o país da depressão psicológica em que se encontra. Gostava que o Dr.Soares tivesse elaborado mais sobre este aspecto. Como se alcança tamanha façanha? Prozac gratuíto para o pessoal???internamento obrigatório de todos os políticos???Sessões das velhas "conversas em família" todos os dias na TV, mas sem Caetano???Como????Não estou a ver, dentro das competências do PR como é que isso pode ser feito. Resta-me esperar. Os sagitários são conhecidos pela sua capacidade imaginativa, vamos lá ver o que sai daquela cabeça desta vez... Parece-me mais uma campanha do Soares que irei acompanhar milimetricamente.

Uma nota de apreço extremo pela Dr.ª Maria Barroso: confrontada com mais uma pergunta estúpida, tão típica dos nossos jornalistas - "concordou com a decisão do seu marido?". Responde A Senhora do alto dos seus anos bem-vividos: "Estou com o meu marido há 56 anos, espero que isso se mantenha até ao fim das nossas vidas."
Que pergunta tão estúpida!!!Qual é o jornalista que acha que a Senhora responderia de outra forma "Olhe, por acaso até andámos ao estalo lá em casa a propósito disto, mas este tipo é teimoso como um burro". Chiça, que é preciso ser estúpido. Ainda há pessoas em Portugal que têm nível, nem todas têm alcunhas peixíferas prós respectivos cônjuges....

mais sobre mim
Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
17

18
21
22
23

25
28


arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO