Histórias de uma portuga em movimento.
31
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 19:01link do post | comentar | ver comentários (1)

São 8 da noite nesta terra santa.

Estou prá'qui em frente ao computador, sem saber se posso ir descansar os ossos ou não. Tenho uma cena importante para fazer, que entretanto entrou em banho-maria por falta de decisão superior que deveria ter partido de uma  excelentíssima-pessoa-responsável-pelas-decisões aí no país da desorganização.

O que lixa???é que só estou à espera, porque a excelentíssima-pessoa-responsável-pela-decisão se baldou com uma pinta desgraçada e foi pró Algarve curtir, enquanto eu estou aqui pendurada...

Azares de mexilhão!

sinto-me:

publicado por parislasvegas, às 18:10link do post | comentar | ver comentários (1)

Spoon, 14, rue de Marignan, Paris 8

 

Criado por um dos "Chefs" mais estrelados desta terra e arredores, o Spoon tem um dos melhores conceitos de restaurante que já vi. Descontraído, minimalista, mas intimista e confortável ao mesmo tempo.

A ementa é mudada de dois em dois meses e percorre várias influências gastronómicas, numa fusion entre cozinhas do mundo.

A seu favor tem o facto de se comer realmente MUIIITO BEMMMM (embora pouco, claro), de ter um dos melhores vinhos portugueses na carta e de ser estupidamente elegante, mas muito pouco snob.

Eu comi uns raviolis de porco e camarão, com molho oriental picante, que estavam simplesmente divinais. Segui depois para umas coxinhas de rã ao alho, servidas com molho de ananás e muito bem acompanhadas de um misto de vegetais salteados no wok e verduras frescas crocantes. Tudo isto regado de um muito bom tinto do Douro.

A desfavor completo deste ambiente quase-perfeito está o facto de este restaurante ser um espaço exclusivamente de não-fumadores. Claro que sofri horrorres durante toda a refeição e saí de lá o mais rapidamente que pude, para ir à rua fumar um cigarrinho. Só esse ligeiro "pormenor" me impede de lá voltar. Tenho pena, mas é assim. Quem quer o meu dinheiro, também tem que aceitar o meu cigarro. Se não tivesse sido convidada, provavelmente, nunca lá teria posto os pés.

Fico à espera que abram outro SÓ para fumadores....

Escusado será dizer que o restaurante é caro prácarai né?

Bom, esta foi uma das melhores descobertas desta semana (tirando o tal hotel es-pec-ta-cu-lar, onde até se pode fumar e tudo!). Continuarei aqui a dar notícias e dicas de comida. bebida e outras farras nesta cidade. Só é pena que nunca me consiga lembrar do nome dos sítios onde vou à noite (uns buracos autênticos, deliciosos e de fauna variada), que é para abrir a categoria "paris da desgraça". Tenho que me concentrar mais...

 

sinto-me:

publicado por parislasvegas, às 14:10link do post | comentar | ver comentários (5)

Vamos lá ver se consigo agora morar aqui, sem os problemas de comunicação que tinha com o blogger. Como vêm, fui muito organizadinha e trouxe para cá a mobília toda que tinha no poucosozinho. Sempre que tiverem saudades das histórias da Ucrânia, podem consultá-las na maior, à distância de um clique.

Tenho andado a mil. Não tenho tempo para nada, o drama do costume. Hoje o dia anda frenético, mas tive direito a uma tarefa agradável: ir visitar um dos melhores e mais modernos hotéis do mundo. Não posso dizer o nome, mas pronto.

Como o gerente da parte internacional daquele sítio está a tentar abrir um igual na Ucrânia (passa uma semana por mês em Kiev) a conversa foi bastante divertida e informal. À saída de um dos elevadores, passou um tipo no corredor que me era bastante familiar. Ora eu, educada como sou, pensei que fosse algum dos meus contactos (maior parte dos quais nunca me lembro do nome, só de caras) e fui lá, atenciosamente, cumprimentar o senhor.

Ao que parece, era um produtor musical estrondosamente famoso, que costuma trabalhar com a Madona. Como a dita adora ficar naquele sítio, aconselhou-o a escolher Paris para a Lua-de-mel com o seu novo marido. 

E eu, uma vez mais, repeti o número de ir cumprimentar uma celebridade só porque penso que é alguém conhecido que se vai ofender se eu não me lembrar que o conheço...Esta profissão dá cabo de mim. Qualquer dia cometo a Gaffe Mestra e sou despedida....

Mas o gajo não se desmanchou, e ainda ficámos uns belos 10 minutos na conversa de chacha - com o tipo a contar que tinha casado em Londres e que o marido estava a adorar Paris e que a Europa é que é civilizada e tal (claro que o casalinho gay é americano...).

O resto da ronda, correu melhor e lá andámos, a roçar ombros com personalidades e stars, a trocar histórias surrealistas da Ucrânia, com a subgerente (uma americana) a torcer-se toda de riso e a exigir ir a Kiev da próxima viagem.

Paris está, pouco a pouco, a tornar-se tão surreal quanto Kiev. À sua maneira mas, de qualquer modo, surreal

 

sinto-me:

28
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 11:34link do post | comentar
Eu não sou uma menina disciplinada. Não consigo, por mais que me esforce. Já tenho rigidez a mais na minha vida profissional, para conseguir ainda fazer seja o que fôr por obrigação quando chego a casa. Por esta razão, procuro uma nova casa no cyberespaço.
Não tem que ser grande, nem ter vista ou jardim, apenas um sítio para receber amigos, onde possa escrever às horas que me apetecer sobre o que me dêr na gana.
Como ando sem tempo, tenho almoçado muitas vezes à frente do computador, tenho comentado outros sites e continuo com os mesmos contactos diários com as pessoas que eu gosto de ler e comentar. Mas não consigo escrever.E assim, para mim, não tem piada.
De modos que ando no "shopping" por um novo host que funcione melhor do que blogger, que tenha templates fáceis de modificar e que possa ser facilmente comentado.
Chiça. Que velha que eu estou. Até com a merda do blogue ando esquesita....

23
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 10:39link do post | comentar
e já venho...

20
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 12:19link do post | comentar
.......Que se passa no mundo neste momento: as eleições na Bielorussia, as manifestações aqui, as mudanças no meu trabalho (só mais umas trezentas coisas que tenho pra fazer, nada de grave...) o Governo do Hamas, os insultos do Chavez ao Bush e eu aqui, a pensar sobre o que é hei-de escrever primeiro...Neste momento só me ocorre isto:
Image Hosted by ImageShack.us

FUI AO MOULIN ROUGE!
Resmas disto ó:
Image Hosted by ImageShack.us

Bom, agora que já partilhei esta estupidez convosco, já posso voltar descansada aos meus relatórios das eleições bielorussas e dos protestos em Paris...

16
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 01:44link do post | comentar
Um dos membros do nosso Executivo tem a voz igualzinha à do Riky.
Não sei se me estão a ver:
"Ó meu querido!Agora não posso falar contigo que 'tou no meio do trânsito!Já te ligo filho!"
Só a mim....

15
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 06:21link do post | comentar


13
Mar 06
publicado por parislasvegas, às 08:59link do post | comentar
Já me esquecia:

O Concerto foi bom, a Teresa estava rouca e mandou umas fífias, mas foi fixe para destruir o mito que ela canta sempre impecavelmente e que nunca comete erros. A rapariga é humana e também tem dores de garganta e tal.
Fomos jantar "all portuguese" numa brasserie bem francesa. Fizémos o cagaçal do costume, quando se juntam 11 portugas numa mesa...
Depois fui para Pigale e andei sei-lá-por-onde (talvez Deus saiba, se costumar frequentar aquela zona..) até às 8 da manhã. Hora em que fomos à esquadra da polícia buscar o carro, que entretanto tinha sido rebocado.
Uma noite europeia em cheio, portanto.
Viva a civilização, mais a filha-da-puta dos seus reboques a veículos que nem sequer estão mal estacionados - o carro foi rebocado por não estar identificado como pertencendo a alguém aqui da "casa".Como estava no nosso parque privado, a polícia achou bem levar o carro, mas deixou mais dois que não são puto da casa, e não estavam identificados também, vá-se lá perceber esta merda.
Mas, como diz a Blimunda, ao menos saí de casa!

publicado por parislasvegas, às 08:54link do post | comentar
Quem serão os filhos da puta aqui?
Em quem posso confiar?
Quem me irá fazer a folha?
Porquê andar sempre com pézinhos de lã, se vou ser fo..lixada, anyway?

Pois é. A grande vantagem de não se mudar de sítio, é que já sabemos quem faz de lobo mau e quem tem o papel de capuchinho vermelho.
Agora quando a floresta é desconhecida, é preciso avançar com cautela.
Este olho é irmão do outro, que por sua vez é primo do terceiro.
Do not EVER underestimate ME.

Cuidado com o papão.

mais sobre mim
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
17
18

19
21
22
24
25

26
27
29
30


arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO